Estudo sobre o sistema educativo Notícia

O Ispa – Instituto Universitário promoveu um estudo que identificou que a maioria dos professores do Primeiro Ciclo no Brasil revela limitações, ao nível da formação e da sensibilização, na abordagem do ensino e da aprendizagem de ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática (modelo educativo STEAM), ainda que estejam familiarizados com a aprendizagem baseada em projetos e a integrem nas suas práticas pedagógicas. Segundo o estudo, os professores consideram-se muito competentes na maioria dos domínios das STEAM, incluindo a integração curricular interdisciplinar e os projetos. Já as disciplinas de química, física e artes são exceções, com níveis mais baixos de autoeficácia dos professores em comparação com as outras disciplinas. Os investigadores Juliana Abra Olivato (bolseira de investigação do CIE-ISPA) e José Castro Silva, do Ispa – Instituto Universitário lideraram o estudo, publicado na «London Review of Education». A investigação focou-se nas crenças de autoeficácia dos professores do ensino básico sobre práticas de ensino interdisciplinares relacionadas com a educação em ciências, tecnologia, engenharia, artes e matemática (STEAM) e a aprendizagem baseada em projetos para compreender as suas perceções e práticas no Brasil. A partir destes resultados, será possível fazer recomendações sobre os requisitos de formação necessários para aumentar a confiança dos professores no ensino das ciências, integrando simultaneamente disciplinas relacionadas com as artes, de acordo com os padrões curriculares nacionais no Brasil. Programas abrangentes de formação ao longo da vida podem desempenhar um papel crucial na capacitação dos professores brasileiros, incutindo maior confiança e eficácia nas suas práticas pedagógicas. À medida que o STEAM ganha proeminência a nível mundial, permite levantar questões de acesso equitativo a oportunidades educativas e o desenvolvimento de currículos internacionais que continuem a responder às necessidades únicas de várias regiões do mundo. Esta abordagem está alinhada com as necessidades de formação relatadas, contribuindo para o alinhamento com os padrões curriculares nacionais do Brasil e o seu compromisso com os objetivos educacionais globais, incluindo o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 4 das Nações Unidas De assinalar que o Ispa – Instituto Universitário foi pioneiro na área da Psicologia em Portugal. Com 60 anos de história no ensino superior e na investigação científica, conta atualmente com três escolas: Psicologia e Ciências do Comportamento, Biociências e Educação. 

18.01.24

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

pub3