Selecionar as melhores ideias Notícia

Fundada em 2016 no Brasil, a consultora Action Labs considera a priorização de ideias é uma etapa muito importante para acelerar a inovação numa empresa de forma assertiva. Para ajudar nesse processo, partilha algumas dicas sobre como selecionar as melhores ideias De assinalar que a consultora já desenvolveu mais de 90 projetos de sucesso ligados a inovação e construção de produtos e serviços digitais. Iniciou a operação em Portugal em junho de 2023. Vejamos as dicas: - Sintetizar adequadamente as ideias – No decorrer de um processo de inovação, é importante materializar minimamente as ideias e avaliá-las de forma criteriosa. A construção de protótipos e ‘storyboards’ ajuda a garantir o entendimento comum das ideias, tornando a tomada de decisão mais rápida e assertiva. Assim, com a escolha de ideias há mais hipóteses de selecionar aquelas que vão ao encontro dos objetivos da empresa e das necessidades do público-alvo. Tão importante é saber o que fazer como saber o que não fazer. - Resolver um problema – Antes de mais, é necessário ter em mente que as ideias devem resolver um problema. Nesse sentido, ao analisar as ideias que estão em cima da mesa é necessário responder às seguintes questões: que problema é que a ideia resolve?; vai impactar de forma positiva a vida do público-alvo?; que soluções existem para resolver este problema? Resolver um único problema de forma exímia tende a ter mais valor para o consumidor do que resolver muitos problemas de forma apenas razoável. - Ser mais eficiente do que as soluções existentes – No contexto da inovação, é fundamental que a ideia escolhida resolva uma problemática de maneira mais eficaz do que as soluções já existentes no mercado. Além da eficácia, é importante que a solução seja mais económica e acessível. - Modelo de negócio consistente – Para que uma ideia seja eficaz, não basta que resolva apenas um problema de forma distinta. A diferença por si só não se vende, é necessário desenvolver um modelo de negócio que torne a ideia economicamente viável, pelo que deve ser apresentada uma abordagem bem estruturada para fornecer, capturar e criar valor. Por isso, em todo o bom processo de validação de ideias, existe a etapa de ‘business model market fit’. - Retorno financeiro – Para que uma ideia promissora seja completa, é crucial que acrescente valor. Portanto, ao entrar na fase piloto é de extrema importância realizar uma análise do retorno financeiro. Para avaliar de maneira mais clara os riscos do projeto, é essencial planear o rendimento, as necessidades de fundo de maneio, os investimentos, o valor presente líquido (VPL), o fluxo de caixa e o período de recuperação do investimento (‘payback’). A análise financeira emerge, assim, como uma ferramenta valiosa na fase final de seleção e orientação de uma ideia. Desta forma, é possível compreender os parâmetros que podem ser ajustados para que a ideia se enquadre no orçamento da empresa, sem comprometer a sua capacidade inovadora. 

02.02.24  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

pub3