VisionWare aposta em Cabo Verde Notícia

A tecnológica portuguesa VisionWare está a reforçar a sua presença em Cabo Verde, onde trabalha há cerca de década e meia. Assim, tem em curso a abertura de um polo na Ilha de São Vicente, devendo contratar cerca de 50 pessoas este ano. Bruno Castro, ‘chief executive officer’ (CEO) VisionWare, assinala que a empresa tem cerca de três dezenas de colaboradores na Cidade da Praia, sendo que também para aí pretende fazer um recrutamento que poderá ultrapassar a dezena de pessoas. Tudo decorre de necessidades do negócio, sobretudo pelos inúmeros clientes do sector público, de banca e seguros, da área farmacêutica e de energia. A empresa tem em Cabo Verde uma parceria com o NOSi – Núcleo Operacional da Sociedade de Informação, o que possibilita o recrutamento de pessoas formadas nesta instituição, Segundo Bruno Castro, é importante ter pessoas formadas em Cabo Verde, pois a experiência tem sido fantástica e a matéria-prima existe. As pessoas que a VisionWare está a contratar, de Cabo Verde e aí formadas, deverão trabalhar não só no arquipélago mas também para outras zonas do mundo. A VisionWare foi fundada em 2005 e é especializada em segurança de informação: cibersegurança, tecnologias de informação (TI), investigação forense, ‘compliance’, privacidade, formação e ‘intelligence’. Reconhecida como detentora de capacidade técnica relevante por instituições portuguesas e estrangeiras ligadas à justiça e com interesse no tema da segurança, tem estado envolvida em diversos projetos internacionais e apoiados pela União Europeia. Está presente em diferentes geografias, tendo alcançado dimensão mundial através dos seus inúmeros projetos de relevo, destacando-se a confiança da comunidade e das principais entidades reguladoras do sector. Sob o mote «Challenging an Unsafe World», a missão da VisionWare consiste em «contribuir para o sucesso dos seus clientes, em estreita relação de parceria, num mundo que é marcado pelas constantes inovações tecnológicas». A sede da empresa é no Porto, com escritórios em Lisboa e na Cidade da Praia, a que se junta a Ilha de São Vicente. 

27.03.23

 

 

 

 

 

 

   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

pub3