Jovem moçambicana na Efacec Notícia

Chelsea Marlen, uma jovem moçambicana, recebeu mentoria na Efacec através do programa «Change», da Girl MOVE, que se destina a raparigas entre os 20 e os 30 anos. A Efacec associou-se à Girl MOVE, a Academia de Liderança Grassroots, que recebeu a distinção do prémio UNESCO para a Educação de Raparigas e Mulheres 2021, que amplifica talento, promove a igualdade de género e que gera transformação sustentável. Através da associação à Girl MOVE, a Efacec apoia mulheres moçambicanas na construção de um futuro melhor para Moçambique e para o mundo, potenciando talento e partilhando conhecimento e experiências. Simultaneamente, contribui para que jovens mulheres se tornem a nova geração de ‘changemakers’, através de um modelo de mentoria que vê cada mulher como uma possibilidade para mudar o mundo. Neste projeto de mentoria, Chelsea, de 24 anos, conheceu as histórias de várias pessoas da Efacec. Viajou pelas várias áreas da gestão de pessoas, conhecendo os processos, os procedimentos e os desafios (por exemplo, Recrutamento e Seleção; Mast3r Academia; Relações Laborais; Saúde, Ambiente e Segurança) e participou em sessões de inspiração com vários profissionais da Efacec, trocando com eles, experiências e histórias. Quando questionada sobre o motivo pelo qual se juntou a este projeto, Chelsea não hesitou, assinalando: «Sou mulher para liderar e transformar. Quando era pequena, ficava admirada ao ouvir falar de Josina Machel, que lutou contra o colonialismo e pelos direitos das mulheres. Eu sabia que queria deixar uma marca no mundo, tal e qual ela deixou. Embora muitas vezes me tivessem chamado louca, sempre soube que havia algo para transformar e gerar esperança.» Anabela Magalhães, diretora da gestão de pessoas, referiu por sua vez: «Para a Efacec é um orgulho ser parte deste projeto e apoiar a construção da carreira desta jovem líder. Esperamos em 2022 poder integrar, de novo, este projeto, como uma iniciativa importante para a Efacec, na construção de uma perspetiva cada vez mais alargada do talento e da diversidade, bem como, importante para jovens como a Chelsea, exatamente na mesma medida, de provar um mundo maior, mais diverso e, por isso, mais rico em oportunidades e desafios.» Comprometida com o empoderamento feminino, a Efacec continuará a integrar o projeto Girl MOVE e a apoiar jovens moçambicanas a desenhar um futuro melhor. Este projeto constitui mais uma aproximação da Efacec às comunidades moçambicanas, país onde está presente há mais de 20 anos e onde se encontra a executar o contrato de engenharia, aquisição e construção para a operação e manutenção da maior central de energia solar, que está a ser instalada em Moçambique.

07.02.22

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

pub3