A Seresco e a digitalização RH Notícia

O desafio da digitalização de recursos humanos já existe há muito tempo, mas ainda é possível enfrentá-lo com sucesso. De acordo com a Seresco Portugal, empresa especialista em processamento salarial e externalização de recursos humanos (RH), este é um momento complicado para os departamentos de recursos humanos. Temos saltado do medo para o pânico ao ritmo da evolução da pandemia e de uma sonata de mudanças legais nem sempre muito clara. Nos departamentos de recursos humanos a Seresco tem assistido a estratégias de reatividade simplesmente para proceder ao processamento salarial ao final do mês e, muitas vezes, gerando grande incerteza. A eficiência em algumas organizações tem ficado em segundo plano em certos momentos e isto tem levado a alguns problemas e muita incerteza nos negócios. Assim a Seresco deixa algumas dicas simples que os departamentos de recursos humanos devem seguir no momento de analisar a externalização de serviços de gestão de pessoas. São as seguintes: - não desista de uma plataforma de gestão que lhe permita consultar todos os dados de que necessita, que lhe forneça ferramentas, automatismos, que garanta funcionalidade, segurança e conformidade regulamentar enquanto estende os serviços aos seus empregados; - confie nos profissionais especializados que, utilizando um ecossistema digital transparente e integrado sobre o qual possa ter total controlo, garantirão que os seus processos administrativos sejam levados a cabo de forma limpa, atempada e em conformidade com os regulamentos em vigor; - Siga processos administrativos facilitados e concentre-se em proporcionar valor e soluções à sua empresa e à sua equipa. A realidade é que a incerteza vai permanecer algum tempo: os nossos colaboradores vão continuar a trabalhar remotamente durante algum tempo; as nossas organizações vão ter de continuar a fazer números, ajustes, a navegar nesta confusão e na sua base, à procura de oportunidades de sobrevivência, e também de ‘grow’ e ‘thrive’ no caos. E aqui terá agora de decidir se quer concentrar-se em fazer políticas de recursos humanos, em crescer com os seus colaboradores, em reforçar as suas equipas, em analisar e fornecer dados estratégicos à sua organização para deixar o modo de sobrevivência e alcançar o sucesso num mercado cheio de oportunidades. Valor acrescido que pode trazer a externalização de salários a uma empresa e à sua equipa - mais tempo em vez de stresse e pressa; - poupança, transparência de custos ‘versus’ custos ocultos; - determinação e certeza em oposição a erros e penalizações; - adaptação regulatória garantida ‘versus’ promessas, boa vontade ou improvisação; - segurança, integridade e controlo, num cenário cada vez mais exposto a ameaças e ciberataques; - análise, gestão de KPIs (‘key performance indicators’), informação; - conectividade, integração, digitalização, tecnologia; - e, pelo caminho, acompanhado por uma equipa de peritos cujo trabalho é única e exclusivamente a gestão do processamento de salários, acesso real ‘on-line’ à sua informação e controlo.

 

01.06.21

 

 

 

 

pub3