Uma rede global para a diáspora Notícia

A Rede Global da Diáspora, plataforma digital promovida pela Fundação AEP e que pretende unir os portugueses espalhados pelo mundo e ajudar as PME (pequenas e médias empresas) a aumentar as exportações na diáspora portuguesa, foi oficialmente apresentada no passado dia 16 de setembro, num evento ‘on-line’. A cerimónia contou com a participação da secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, do Governo de Portugal.
Com a construção desta plataforma colaborativa, a Fundação AEP convida os portugueses espalhados pelo mundo a serem embaixadores e promotores da oferta nacional, para facilitar os processos de exportação das PME nacionais.
O presidente da instituição, Luís Miguel Ribeiro, assinala: «Este projeto visa a concretização de uma intervenção estruturante e pioneira para o país, dando seguimento a uma estratégia liderada pela Fundação AEP nos últimos anos, no sentido de aproveitar o potencial da diáspora portuguesa para o crescimento da economia, com o foco particular no apoio à internacionalização das PME.»
O projeto teve a adesão de dezenas de associações empresariais e comunidades intermunicipais, de norte a sul de Portugal, unidas em torno da importância estratégica que pode representar para o país e para as PME com ambição exportadora.
A plataforma integra o mapeamento de pessoas, empresas e todo o tipo de entidades relacionadas com a diáspora portuguesa, com a missão de promover a marca Portugal internacionalmente e ajudar as PME nacionais a aumentar as suas exportações com a colaboração das comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo.
A Rede Global da Diáspora é apoiada pelo Portugal 2020, no âmbito do COMPETE 2020 – Sistema de Apoio às Ações Coletivas, no montante de 834.796,08 euros, dos quais 709.576,67 euros são provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.
Mais informações aqui.
18.09.20

pub3