Como a Vivo gere a pandemia Notícia

Em entrevista à revista «Melhor – Gestão de Pessoas», da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-Brasil), Luiz Cláudio Xavier (na foto), diretor de relações de trabalho da Vivo, conta como a empresa vem minimizando os impactos da pandemia na vida dos seus cerca de 33 mil colaboradores. Desde o anúncio da quarentena, e seguindo as recomendações do Ministério da Saúde do Brasil, a Vivo fez o deslocamento de cerca de 20 mil desses colaboradores do escritório para o ‘home office’, numa transição complexa, considerando que a área de ‘call center’ também foi para casa.
Luiz Cláudio Xavier assinala: «Adotámos uma série de iniciativas para minimizar os impactos dentro da companhia. A conexão é essencial neste momento. Tudo está conectado pela rede das operadoras e, mais do que nunca, estamos usando a tecnologia para aproximar as pessoas.» E sobre as medidas tomadas para a reorganização das rotinas em função da quarentena e as estratégias para manter os líderes seguros e as equipas unidas, mesmo distantes, refere: «Sempre levamos em consideração a saúde, a segurança, o bem-estar e a continuidade do negócio.»
Ler a entrevista aqui.
11.06.20

pub3