Estudo da Randstad destaca reputação Notícia

A reputação das empresas é um factor decisivo para quem procura emprego. Esta é uma das principais conclusões do «Global Report do Randstad Employer Brand Research 2019», divulgado recentemente pela Randstad Portugal. De acordo com esta iniciativa lançada pela Randstad, 96% dos indivíduos inquiridos revelam que fizeram uma pesquisa sobre a reputação da empresa, antes de se candidatarem a uma vaga de emprego, e que este foi um factor decisivo no momento de tomar uma decisão. A juntar ao factor reputacional, sete em 10 trabalhadores afirmam ainda que preferem abdicar de uma parte do seu salário em troca de uma garantia de emprego.
Com a crescente oferta de escolhas profissionais que o mercado global enfrenta, a atracção de talento para as empresas é um desafio cada vez maior. Devido à inovação tecnológica e à competitividade global, os recrutadores encontram cada vez mais dificuldades em reter os seus colaboradores, e este é um cenário comum a mais países a nível global.
Segundo o relatório global da multinacional de recursos humanos Randstad sobre ‘employer brand’, que inquiriu mais de 200.000 indivíduos, os trabalhadores reconhecem que o salário é um factor relevante, mas se as empresas oferecerem poucas garantias de emprego ou se tiverem uma reputação fraca, sentem-se motivados a seguir outro rumo profissional. É neste ambiente dinâmico que as empresas precisam de dar um passo em frente, o que passa por construir um plano sólido para reter talento e alinhá-lo com a sua estratégia ampla de ‘branding’.
22.05.19

pub3