Trabalho temporário sobe na Páscoa Notícia

A produção e venda de ovos de Páscoa e produtos típicos desta época vão impactar positivamente a economia brasileira. A Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem) prevê crescimento de 13,5% nas contratações de trabalhadores temporários para o período na comparação com o mesmo em 2018. No total, devem ser geradas 442.988 mil vagas entre os meses de Janeiro e Abril. A estimativa é baseada em um estudo feito pela entidade através de dados fornecidos pela Caixa Económica Federal.
No acumulado para os meses previstos, o estado de São Paulo deverá concentrar o maior número de contratações, com a expectativa de oferecer 291.395 vagas, o que representa 65,78% do total estimado para o período em todo o país. Em segundo lugar, o Paraná tem a perspectiva de concentrar 7,16% das vagas (31.696); o Rio de Janeiro aparece na terceira posição com a oferta de 6,49% das vagas (28.756), seguido por Minas Gerais, com 5,72% (25.359) e Santa Catarina, 4,25% (18.816).
Considerando apenas o mês de abril, a previsão é que sejam gerados 123.822 postos de trabalho em todo o país, o que representa 27,95% do total de vagas estimadas.
As contratações para Páscoa começam em janeiro para as produções e seguem até abril com a movimentação, principalmente nos pontos de venda, no atendimento e até mesmo na produção.
Mais informações aqui.
11.04.19


pub3