Nova turma de projecto para refugiados Notícia

Depois de uma primeira turma, composta por 15 profissionais com pós-graduação e experiência corporativa nos seus países de origem – Síria, Colômbia, República Democrática do Congo, Palestina, Cuba, Nigéria e Marrocos –, que se formou em Abril, o projeto «Caleidoscópio» iniciará a segunda turma em agosto. Desta vez terá o dobro dos participantes – 30 profissionais em situação de refúgio – e de novas nacionalidades.
Gratuito, o curso decorre na sede do IED – Istituto Europeo di Design, em São Paulo. É composto por seis módulos, com duração total de 88 horas, ministrado por professores de universidades e executivos do mundo corporativo, e mais 32 horas de ‘workshops’ em marca pessoal, gestão de imagem, sessões de fono, técnicas de apresentação e comportamento em entrevistas. Ao longo do programa, os profissionais são acompanhados por ‘coachs’ de carreira, todos voluntários. No final, é apresentado um trabalho de conclusão de curso (TCC), sob a forma de diagnóstico de inovação (‘case study’).
De assinalar que dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) mostram que, em 2017, cerca de 150 mil estrangeiros buscaram ou estavam em situação de refúgio no Brasil, onde esperam por uma nova oportunidade de vida e trabalho. Para eles, com apoio do próprio ACNUR e do «Programa de Apoio para a Recolocação dos Refugiados, PARR», a Yiesia lançou o projecto «Caleidoscópio», que oferece um curso de gestão de negócios e ‘workshops’. O objectivo é a recolocação desses profissionais como consultores no mercado brasileiro, nas suas respectivas áreas originais de actuação, reforçando seu potencial profissional.
Mais informações sobre a iniciativa aqui.
20.07.18









<< Retroceder

pub3