Menos satisfação com o trabalho Notícia

O Índice Sodexo de Qualidade de Vida no Trabalho (IQVT), que mede a percepção dos brasileiros em relação à qualidade de vida no trabalho através de um teste ‘on-line’, situou-se no segundo trimestre deste ano nos 5,91 pontos (numa escala de 0 a 10), 13% abaixo do mesmo período do ano passado.
A análise de 1.884 respostas de trabalhadores por todo o país mostrou que todas as dimensões de qualidade de vida no trabalho apresentaram uma queda. Constatou-se ainda que os factores relacionados com oportunidades de crescimento pessoal e profissional (5,55) e reconhecimento (5,21) obtiveram os menores índices de satisfação.
Os resultados também mostram que a avaliação sobre a qualidade de vida no trabalho é maior entre mulheres do que entre homens (5,99 contra 5,82), além de que o ambiente físico oferecido pela organização (6,34) e a facilidade e a eficiência das ferramentas para executar o trabalho diário (6,33) são os factores com maiores índices de satisfação, em comparação com 2017.
A área com maior índice de satisfação percebida foi a de recursos humanos (6,67) e o de menor índice foi a de distribuição e logística (5,05).
Já a região do país com o maior índice de qualidade de vida no trabalho e satisfação profissional foi o norte (6,18), sendo a de menor a sueste (5,88).
14.08.18




<< Retroceder

pub3