Desemprego cresce no Brasil Notícia

A taxa de desemprego no Brasil foi estimada em 13,2% no trimestre móvel encerrado em fevereiro passado, com subida de 1,3% na comparação com o trimestre móvel anterior – de setembro a novembro de 2016 – e de 2,9% em relação ao mesmo trimestre móvel de 2016, quando a taxa foi estimada em 10,2%. Os dados são da «PNAD – Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio», realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Estes valores significam que a população sem trabalho chegou a 13,5 milhões, sendo batido o recorde da série iniciada em 2012. O crescimento foi de 11,7% (mais 1.4 milhão de pessoas procurando trabalho) em relação ao trimestre anterior e de 30,6% (mais 3,2 milhões de pessoas) em relação ao mesmo trimestre de 2016.
O rendimento médio no trimestre ficou em 2.068 reais, mantendo-se a estabilidade quando comparado com o trimestre anterior (2.049) e também em relação ao mesmo trimestre de 2016 (2.037).
03.04.17



<< Retroceder

pub3