Galp expande-se em São Tomé e Príncipe Notícia

A petrolífera portuguesa Galp chegou a acordo com a Kosmos Energy para a aquisição de uma participação de 20% nos blocos cinco, 11 e 12, no ‘off-shore’ de São Tomé e Príncipe. Através desta aquisição, a Galp reforça a sua presença no país, onde detém desde 2015 a operação no bloco seis, no qual a Kosmos também participa.
A Kosmos continuará a operar cada um destes blocos, sendo a seguinte a composição dos consórcios:
- bloco cinco – participação Galp (20%), consórcio (45% Kosmos Energy, 20% Equator, 15% ANP);
- bloco 11 – participação Galp (20%), consórcio (65% Kosmos Energy, 15% ANP);
- bloco 12 – participação Galp (20%), consórcio (45% Kosmos Energy, 22,5% Equator, 12,5% ANP).
Os consórcios irão prosseguir com a aquisição de sísmica 3D nestes blocos.
A estratégia de ‘upstream’ da Galp continua com o foco na execução dos seus projetos de desenvolvimento de classe mundial, especialmente no Brasil e em Moçambique, mantendo um portefólio diversificado de exploração e avaliação que assegure um nível de produção sustentável na década de 2020.
De assinalar que Kosmos Energy é uma empresa independente de exploração e produção de petróleo e gás natural focada em áreas emergentes e de fronteira ao longo da margem atlântica. Os seus ativos incluem projectos em fase de produção e outros em desenvolvimento no ‘off-shore’ do Gana bem como licenças de exploração com potencial significativo de hidrocarbonetos no ‘off-shore’ da Mauritânia, Marrocos, Portugal, Senegal, Suriname e Saara Ocidental. A empresa está cotada na New York Stock Exchange.
23.01.17




<< Retroceder

pub3