Guia salarial da Robert Half Notícia

A economia do Brasil começa a dar sinais de melhora, mesmo que a passos tímidos. Ainda que não seja possível prever resultados, as perspectivas para 2018 são o+timistas, conforme aponta a décima edição do guia salarial da Robert Half, empresa de recrutamento especializado, que mapeia as tendências do mercado de trabalho para oito áreas: Engenharia; Finanças e Contabilidade; Jurídico; Mercado Financeiro; RH; Seguros; Tecnologia; e Vendas e Marketing.
Fernando Mantovani, director-geral da Robert Half, assinalou: «Os desafios dos últimos três anos foram uma oportunidade de reinvenção para que empresas e profissionais se destacassem diante da concorrência. Os que souberam aproveitar o momento, com certeza estarão um passo à frente nessa fase em que as companhias começam a reavaliar a retomada de projectos que estavam paralisados.»
A percepção do responsável sobre os movimentos do mercado em direcção ao reaquecimento vem da troca de informações com gestores, reforçada pelos dados da segunda edição do «Índice de Confiança Robert Half», que mostrou significativo aumento do optimismo dos recrutadores quanto ao momento actual do mercado de trabalho e com relação aos próximos seis meses.
Aos profissionais que buscam recolocação no mercado de trabalho ou desejam movimentar-se, Fernando Mantovani aconselha uma análise sincera ao fazer o cruzamento entre as habilidades que possui e as procuradas pelo mercado. Aos empregadores, a recomendação é manter a transparência sobre objectivos, propósitos, valores e expectativas da companhia, visando a atracção, a contratação e a retenção de talentos. Processos de recrutamento ágeis, mas criteriosos, também são pontos de atenção para garantir uma equipa qualificada.
Os principais destaques do guia salarial da Robert Half para 2018 podem ser consultados aqui.
04.12.17














<< Retroceder

pub3