Um manual de relações laborais Notícia

A editora LIDEL apresentou em Portugal o seu novo livro na área da gestão, «Manual de Relações Laborais», da autoria de António Damasceno Correia. Na informação disponibilizada pela editora pode ler-se: «Com o passar dos anos tornou-se cada vez mais imperativo equilibrar a ‘balança’ no que diz respeito às estratificações hierárquicas dentro de uma empresa. O modo como os empregadores e trabalhadores exigem, e consequentemente defendem, os seus interesses mudou radicalmente e a harmonia é maioritariamente conseguida através de leis e contratos de trabalho, que exibem os direitos e os deveres de ambas as partes./ Assim, as relações laborais, definidas de igual modo como vínculos de trabalho, são controladas e arbitradas por várias entidades de forma a proporcionar a consonância quando existe um conflito entre entidade e trabalhador.»
Organizado em três partes e dividido em sete capítulos e subcapítulos, o livro pretende, de forma clara e pormenorizada, identificar o importante papel da concertação social assim como diferenciar os vários sujeitos que participam na área, nomeadamente o governo e delegados sindicais. Englobando no seu conteúdo as várias modalidades de intervenção social e os seus interlocutores laborais, essenciais à gestão de conflitos, destina-se essencialmente a alunos de gestão de recursos humanos, direito e empresas e visa contribuir para um melhoramento das relações entre empregadores e colaboradores, reforçando a noção de justiça, fundamental para que exista um ambiente favorável à produtividade e ao bem-estar laboral. Através de noções genéricas e específicas da área, possibilita a aquisição de conhecimentos cruciais ao nível dos direitos individuais e colectivos de trabalho, e respectivos instrumentos de regulamentação, incutindo sensibilidade à temática da gestão de conflitos.
Mais informações aqui.
31.10.16










<< Retroceder

pub3