Ecologia da tolerância Notícia

OA ‘newsletter’ da revista «Melhor – Gestão de Pessoas», da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-Brasil), divulga na sua edição mais recente um artigo de Eugenio Mussak intitulado «Ecologia da tolerância». Mussak começa por afirmar que as pessoas e as próprias empresas deveriam pensar mais naquele conceito, acrescentando: «Durante a Guerra Fria, período que perdurou entre o fim da Segunda Guerra Mundial e a queda do Muro de Berlim, a instabilidade gerada pela polarização entre o poder dos Estados Unidos e o da União Soviética, o mundo vivia, segundo os órgãos de inteligência, um período volátil, incerto, complexo e ambíguo. Daí nasce a expressão VUCA, que passou a ser utilizada no mundo empresarial a partir do livro ‘Líderes que Fazem o Futuro’, de Bob Johansen, em 2009.» Na opinião de Mussak, «as pessoas, no ambiente profissional, bem como as empresas, (…) [algumas] toleram as mudanças, cada vez mais constantes, e outras não; há pouco espaço para o estenoprofissional; é a hora do euriprofissional, aquele que assimila as mudanças, as oscilações, os golpes do mundo VUCA, e vive bem, transitando entre os extremos, que são a marca registada do nosso tempo».
Ler o artigo aqui.
25.07.16








<< Retroceder

pub3