Rangel entra em Cabo Verde Notícia

A Rangel entrou em Cabo Verde com a abertura de duas delegações em Mindelo, na Ilha de São Vicente, e na Praia, na Ilha de São Tiago, expandindo assim a sua presença no continente africano, onde já opera em Angola e Moçambique.
Com posição de relevo em soluções globais de logística, a Rangel leva até Cabo Verde os serviços de transporte aéreo e marítimo (completos, grupagens e bagagens), de ligação entre as ilhas e aduaneiro.
O transporte expresso será assegurado pela parceria da Rangel com a multinacional norte-americana FedEx, que depois de Portugal e Angola chega agora a Cabo Verde.
Nuno Rangel, vice-presidente da empresa, afirmou: «A parceria de sucesso que mantemos em Portugal e em Angola fez com que, uma vez mais, a FedEx reafirmasse a sua confiança nos serviços que prestamos, ao entrar connosco no mercado cabo-verdiano.»
Também em Portugal, e no sentido de dar resposta ao aumento do fluxo de trocas comerciais entre os dois países, a Rangel reforçou os seus serviços na zona de Lisboa, com uma nova loja na Reboleira.
«Cabo Verde faz parte da nossa estratégia de expansão há algum tempo, pois temos vindo a consolidar a operação em África e no mundo, estamos a chegar a mais destinos e, como consequência, a mais pessoas», conclui Nuno Rangel.
Na abertura das duas novas instalações em Cabo Verde, o responsável reuniu com alguns empresários de referência com ligações de e para Cabo Verde, mostrando a força da Rangel nas ligações locais, continentais e intercontinentais.
O Grupo Rangel detém empresas que prestam serviços de logística, transporte, armazenagem, distribuição física, ‘courrier’ expresso, formalidades aduaneiras, feiras e exposições e ainda sistemas de informação. Com 1.433 colaboradores directos, registou em 2014 um volume de facturação de 150 milhões de euros, o que significou um aumento de cerca de 15% face a 2013.
18.01.16















<< Retroceder

pub3