Promover a segurança alimentar Notícia

São Tomé e Príncipe vai ter cerca de 15 milhões de euros emprestados pelo Fundo Africano de Desenvolvimento destinados à segurança alimentar. Esta iniciativa visa dar continuidade ao «PRIASA II», um projeto de segurança alimentar no arquipélago que envolve três sectores: agricultura, pescas e infra-estruturas. Na agricultura pretende-se construir e reabilitar diversos equipamentos, como acessos, sistemas de rega e unidades de retenção de água. Quanto às pescas, aposta-se em modernizar mercados de peixe, combater a erosão costeira e definir planos de desenvolvimento de pesca semi-industrial.
01.02.16

















<< Retroceder

pub3